concentracao
in ,

Concentração e produtividade? Uma pequena meditação

Concentração – Manter-nos no dia-a-dia, atentos, concentrados, sem procrastinar e, além disso, produtivos, parece uma tarefa quase impossível. No entanto, podemos lançar mão de várias estratégias para manter um ritmo saudável, ou pelo menos, no caminho para não cair em jornadas desgastantes. Aqui nós revimos algumas, como a estratégia da princesa prometida ou como estruturar uma rotina matinal para começar melhor o dia. Mas aqui falaremos de uma atividade que tem se provado ser muito eficaz e benéfica para aqueles que a praticam: a meditação.

É verdade que existem mitos e ideias erradas sobre a meditação, estas não são mais do que uma barreira para aproximar-se dela e, portanto, impedem-nos de tirar proveito de seus benefícios. Pensa-se que é uma atividade muito difícil, quase impossível para pessoas comuns ou talvez apenas para monges e eremitas. Nada mais distante da realidade. De fato, veremos a seguir como fazer uma pequena meditação que podem ser realizadas durante a jornada de trabalho.

Pequena meditação para melhor Concentração

Um dos mitos mais difundidos sobre a meditação é que só pode ser feito em um ambiente silencioso, e ainda sim, precisamos evitar as interrupções, será apenas para que a técnica, por óbvias razões, funcione. Para esta pequena meditação precisaremos de não mais de 5 minutos, de modo que, de acordo com o seu espaço de trabalho, decida se o fizer exatamente onde você está, no chão, no banheiro ou em algum lugar em que você possa estar livre durante este tempo.

Os passos são os seguintes:

Fixe o tempo, coloque um alarme. Pode que você use alguma das muitas aplicações para meditar que existem, como um simples relógio que lhe diga quando tiverem passado 5 minutos. Isso é uma pequena armadilha para a sua mente, para que não esteja pensando durante a meditação, se você levar muito ou pouco tempo, ou se você acha que você vai ficar dormindo. Ora, não se esqueça de colocar um alarme suave, o que menos queremos é um começo.
Cuide de sua postura. Não, você não precisa se sentar em posição de lótus para melhor concentração ao meditar, nem nada parecido. O que é que você tem que estar confortável e possa relaxar seus membros. Não se esqueça de manter o queixo vestido, ou seja, nem apontando para cima ou para baixo, pois estas posições podem fazer com que você se do sonho. Lembre-se, você estará relaxado mas alerta.

Faça uma meditação

Fecha os teus olhos e relaxa seu olhar. As meditações não necessariamente são feitos com os olhos fechados, isso é um dos muitos mitos que existem, de fato, muitos monges budistas meditar com os olhos abertos, observando a imagem de seus professores ou de um altar. No nosso caso, podemos olhar para um ponto fixo à frente ou no chão, relaxar os olhos e deixar cair um pouco as pálpebras.
Concentração na respiração. Isso é tudo que você precisa para começar a meditar: estar atento à respiração, como entra o ar, como se sente ao entrar no corpo e como sai. Se concentre nas sensações: o ar frio ou quente do ambiente, seu passo pelo seu corpo, como se move o peito ou a barriga para respirar e como sai o ar através de suas narinas. Esqueça a bem-aventurada “mente em branco”, de fato, os pensamentos não se podem parar, só se poderá “baixar o volume”, e é tudo o que precisamos.

Então de “fácil”?

Sim, assim é fácil. Pode parecer muito simples, mas trata-se de uma técnica muito recomendável. De fato, todos os meditadores, todos começaram assim. A pequena meditação para um dia complicado é eficaz para nos dar uma pausa no trabalho e uma espécie de “recarga” de atenção. Ao voltar para as tarefas estará mais calmo e concentrado, pronto para dar o melhor de si. Por outro lado, se, pouco a pouco, estender o tempo de meditação, você encontrará maiores benefícios e cada vez menos obstáculos em sua prática.

Veja também…

Deixe uma resposta

compaixao

Compaixão – Como ter por si mesmo.

silencio absoluto

Silêncio absoluto – Entenda como a mente funciona nesse estado